Após mobilização, IB recua com as punições contra funcionário

01 de junho de 2014, 18:00

Compartilhe:

Conselho do Departamento de Zoologia do IB recua das punições ao representante Marcelo Cardagi, após o Ato do dia 15/05, contra o Assédio Moral e o Autoritarismo na USP.

A Manifestação convocada para o Estacionamento do IB surtiu efeito e foi muito positiva, os funcionários atenderam ao chamado e o compareceram à Manifestação, que foi muito significativa e representativa e, contou com a presença de vários funcionários e funcionárias do IB, ICB, Poli,GEO, FAU, Prefeitura do Campus, FFLCH, Faculdade de Educação, Instituto de Física, entre outras durante a Manifestação.

Contamos com o importante apoio e participação das representações do DCE (Marcela), CA-BIO-Centro Acadêmico do IB (Pedro) do Presidente da ADUSP (Prof. Ciro), do Representante da Central Intersindical (Antonio Carlos Cordeiro), da Diretoria do SINTUSP, que contribuiu na organização da Manifestação, além do Deputado Estadual Carlos Giannazi, do PSOL, que compõem a Comissão de Educação e de Direitos Humanos da ALESP. O Sindicato dos Químicos Unificados em solidariedade a nossa atividade emprestou o caminhão de som.

Neste dia o Conselho do Depto de Zoologia do IB, analisou o recurso do Marcelo, onde reivindicava a retirada das punições (Advertências).

O Conselho decidiu recuar e revogou uma das advertências e adiou a decisão do julgamento da outra advertência para a próxima reunião do Conselho.

Outro recuo foi à devolução de um dia descontado pelo Prof. Pedro Gnaspini Chefe do Departamento de Zoologia do salário do Marcelo.

Este recuo do Conselho do Departamento de Zoologia, com certeza foi em função da mobilização dos trabalhadores contra as perseguições e o assedio moral no trabalho, pois, esta luta é de todos nós! No caso do Marcelo, esta perseguição sistemática, vem ocorrendo desde a greve de 2000. Neste momento se agravou a situação, pois além dos problemas de saúde, o autoritarismo no Departamento de Zoologia aumentou. No conselho onde Marcelo foi punido, não existe direito de defesa e os docentes ainda falam que a perseguição não é ideológica?

Esta manifestação foi muito importante, pois, além de garantir o recuo das punições, foi um exemplo de mobilização e unidade dos funcionários da USP.

Houve um compromisso de todos em acompanhar os desdobramentos desse caso e se o Conselho de Departamento de Zoologia não revogar a outra punição (advertência) outras mediadas serão tomadas e outra manifestação será convocada para ocorrer no IB, mas desta vez não será no estacionamento, será na sala da chefia do departamento.

Parabéns a todos e Marcelo agradece o apoio e a solidariedade do tod@s,

Saudações.

Marcelo Cardagi

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *