Urgente: reitoria retrocede e agenda negociação para segunda-feira!

19 de outubro de 2013, 13:31

Compartilhe:

A pressão dos estudantes surtiu efeito. Ontem à noite, a chefia de gabinete do reitor entrou em contato com o DCE da USP se dispondo a agendar uma reunião imediata de negociação entre a administração da universidade e os estudantes. Trata-se de um claro resultado da pressão do movimento!

Diferente da data anteriormente proposta (25 de outubro), agora a reitoria se dispõe a negociar com agilidade. A data agendada é de 21/10, segunda-feira, às 10h.

Ainda ontem, o reitor da USP baixou a portaria nº1056 (confira aqui), nomeando os responsáveis pela negociação da parte da reitoria. São eles os professores Alberto Carlos Amadio, Welington Braz Carvalho Delitti, Waldyr Antonio Jorge, Margarida Maria Krohling Kunsch, Sérgio França Adorno de Abreu e José Carlos Maldonado. Da parte dos estudantes, o comando de greve estudantil, em 17/10, elegeu uma comissão composta por:

DCE-Livre da USP – Alexandre Vannucchi Leme
Associação dos Pós-Graduandos – Helenira Preta Resende
Gabriela Ferro (RI – Representante dos cursos de humanas)
Zeca Ribeiro de Carvalho (IF – Representante dos cursos de exatas)
Carlos Eduardo del’Ágata Filho (EEFE – Representante dos cursos de biológicas)
1 representante dos estudantes eliminados
Convite aberto a 1 representação da ADUSP e 1 do SINTUSP

O documento oficial com as pautas estudantis, a ser apresentado pelos representantes dos estudantes, está protocolado desde 14/10 e pode ser encontrado aqui.

Reafirmamos que a busca pelo diálogo e pela negociação sempre foi nossa postura, mas até então fomos ignorados pela reitoria. Com a ampliação do movimento, Rodas foi obrigado a retroceder. A negociação não costuma ser a via adotada pelo atual reitor, e só a força de nosso movimento explica o passo atrás dado por Rodas. Ao mesmo tempo, na madrugada deste sábado um fato grave aconteceu na USP-Leste, comandado pelo governo do Estado e com anuência da reitoria: a reintegração de posse do prédio da diretoria da EACH pela PM, de forma truculenta e desrespeitando as negociações em andamento. O DCE não irá admitir esse tipo de postura no interior da universidade, seja na EACH ou qualquer outro lugar.

Por isso, iremos ampliar ainda mais a mobilização para que nossas pautas sejam imediatamente acatadas. Não queremos uma negociação de fachada, em que a reitoria busque apenas enrolar os estudantes. Exigimos o atendimento imediato de nossas pautas.

Convocamos todos os estudantes da USP a ampliar nossa luta. A negociação está agendada para 2ªf às 10h30 e será realizada na sede do CRUESP (Rua Itapeva, 26). Claramente, a reitoria marcou a negociação em ambiente externo à USP em busca de desmobilizar os estudantes. Entretanto, realizaremos um grande ato em frente ao local de negociação. A força do movimento está em todos os estudantes. Segunda-feira, 21/10, às 10h30 em frente à sede do CRUESP, manifestação dos estudantes da USP por democracia e pelo atendimento das pautas de negociação!

Veja abaixo conteúdo do e-mail enviado pela Chefia de Gabinete à diretoria do DCE:

“Atendendo a solicitação do Prof. Dr. Alberto Carlos Amadio – Chefe de Gabinete desta Reitoria, informo que a reunião será no dia 21/10/2013 (segunda-feira) às 10h30.
Local: Rua Itapeva, 26 – 10º andar (Sala do CRUESP).

Na oportunidade, anexo cópia da Portaria GR nº 1056.
Atenciosamente,

Lucinéa
Secretaria da Chefia de Gabinete”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *