DCE irá protocolar, todos os dias, pedido de negociação com a reitoria

18 de outubro de 2013, 16:35

Compartilhe:

A situação já está ficando vexatória. Toda sociedade já sabe que os estudantes da USP, atualmente em greve e ocupando a reitoria, querem o diálogo com a universidade e a negociação para a resolução dos atuais impasses políticos.

Por meio deste site, publicizamos, desde antes do início de nosso movimento, tentativas de diálogo, como se pode notar nesta matéria. Com o início da mobilização em 1º de outubro, seguimos tentando o diálogo. Pode-se averiguar isso nesta matéria e também nesta, em que inclusive o Fórum das Seis interpelou o CRUESP solicitando negociação na USP.

Somente no meio dessa semana, de maneira disparatada, a secretaria do gabinete do reitor entrou em contato com o DCE por telefone, propondo a distante data de 25/10 para uma primeira negociação. Um dia após a forte repressão à manifestação de rua, realizada em 15/10, com 56 estudantes detidos arbitrariamente, tal proposta foi recebida como um disparate por parte do movimento estudantil. De maneira imediata, o DCE protocolou ofício às 16h30 do dia 16/10, solicitando reunião de negociação ainda para os dias 17 ou 18.
Não houve resposta. Por conta disso, hoje (18), os estudantes realizam ato político pela manhã, trancando os portões 1 e 3 da Cidade Universitária, em busca de ampliar a pressão para que a reitoria negociasse. Caso uma data próxima fosse agendada por Rodas, a manifestação seria cancelada, evitando os transtornos à comunidade universitária e à sociedade. Mas Rodas permaneceu calado, ignorando, inclusive, os pareceres judiciais recentes que apontaram para a necessidade da negociação, negando a reintegração do prédio da reitoria.

Diante da situação absurda, o DCE-Livre da USP tomou uma decisão. Iremos ampliar ainda mais a pressão e demonstrar ainda mais à sociedade que queremos o diálogo. Daqui para frente, até que Rodas nos receba, iremos protocolar, todos os dias, ofícios no Arquivo Central da universidade, endereçados ao gabinete do reitor, solicitando imediata abertura de negociações. Os ofícios serão protocolados três vezes ao dia, sempre solicitando o agendamento de reunião na data do próprio ofício e no horário subsequente ao seu protocolo.

Hoje mesmo, protocolaremos novo pedido de negociação, ainda para esta sexta-feira (18), ou para o primeiro horário possível em 21/10, segunda feira. Publicaremos o ofício assim que ele for protocolado.
Rodas terá que negociar. Democracia na USP já!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *