O 11 de julho marca um novo dia de mobilizações pelo país

17 de julho de 2013, 11:42

Compartilhe:

O 11 de julho marcou um novo dia de mobilizações, na onda de protestos que explodiram em todo o país em junho. O dia nacional de lutas convocado pelas centrais sindicais registrou paralisações, bloqueios de estradas e manifestações em pelo menos 23 estados.

Ao longo do dia, os movimentos sociais construíram ações, tanto localizadas como também unitárias, por toda a cidade de São Paulo. 10 mil manifestantes tomaram a Avenida Paulista, demonstrando que os trabalhadores e jovens do Brasil seguem na luta por direitos e contra as medidas dos governos. À noite, milhares de jovens reivindicaram a democratização da mídia em um protesto em frente à Rede Globo.

Foram paralisados setores da indústria, do comércio e de serviços, fruto de uma grande indignação com a vida cada vez mais difícil da população. Os salários aumentam pouco, os alimentos aumentam muito. Não temos serviços públicos de qualidade, transporte, saúde e educação estão um caos, enquanto o governo Dilma gasta milhões com a Copa do Mundo.

Porém, o Brasil não está mais como antes: as vitórias que já conquistamos no último período demonstram que é preciso lutar para mudar e que é possível vencer! O 30 de agosto está sendo marcado como um novo dia de paralisações pelo país. A partir dos debates nos cursos e da democracia dos fóruns estudantis, nós, estudantes da USP, poderemos decidir juntos sobre a continuidade das nossas lutas. Seguiremos ocupando ruas e praças, construindo um outro futuro para a juventude.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *