Convocatória do Conselho de Centros Acadêmicos da USP – 18/05/2013

07 de maio de 2013, 15:49

Compartilhe:

São Paulo, 06 de maio de 2013

A gestão “Não vou me adaptar!”, do Diretório Central dos Estudantes Livre Alexandre Vannucchi Leme (DCE-Livre da USP), convoca todas as suas entidades de base para a realização da reunião Conselho de Centros Acadêmicos da USP (CCA), a ser realizado no dia 18 de maio de 2013 (sábado) a partir das 14h na Faculdade de Saúde Pública da USP (Av. Dr. Arnaldo, 715 – metrô Clínicas – São Paulo/SP, esquina com a Rua Teodoro Sampaio).

Nas deliberações do CCA, cada centro acadêmico tem direito a um voto. O CCA é aberto a todas e todos @s estudantes que queiram participar. As pautas deste próximo CCA serão:

  1. Cotas
  2. Eleições para Reitor
  3. Encontro de Centros Acadêmicos da USP (EnCA)
  4. Financiamento do DCE-Livre da USP

1. Cotas

No fim do ano de 2012, o governo do estado de São Paulo, em resposta à pressão da sociedade civil por ampliação do acesso às universidades estaduais, criou o PIMESP – Programa de Inclusão com Mérito no Ensino Superior Público Paulista. O projeto foi duramente criticado dentro e fora das universidades mobilizando milhares de professores, estudantes e funcionários em torno do debate sobre acesso ao ensino superior público. Como resposta, várias congregações por toda a USP já estão rejeitando o programa do governo estadual e exigindo um programa democrático de acesso, como é o caso da Faculdade de Direito, Medicina e a Escola Politécnica.

Sendo assim, a próxima tarefa do Movimento Estudantil é derrotar de vez o projeto excludente do PIMESP e impedir que o acesso à USP seja ainda mais elitizado. Mas, além disso é necessário que formulemos o nosso projeto de universidade mais democrática. Neste CCA, vamos debater a fundo as cotas na nossa Universidade. Este é um tema de acúmulo histórico do Movimento Estudantil e do Movimento Negro o qual a USP se recusa em debater. No XI Congresso de Estudantes da USP, foi deliberado a posição do movimento estudantil acerca do tema. O DCE indica ao CCA a realização de uma atividade sobre o tema para a 1ª quinzena de junho.

2. Eleições para Reitor

A cada quatro anos acontecem as eleições para reitor na USP. Trata-se de um processo de dois turnos no qual participam menos de 2% da comunidade universitária no primeiro turno e menos de 0,5% no segundo turno. Ao fim deste processo é formada uma lista com os três nomes mais votados, que é submetida à escolha do governador. O governador escolhe o reitor que lhe parece mais adequado para implementar suas políticas. Foi assim que Rodas, o segundo colocado ao final do segundo turno em 2009, foi escolhido como nosso reitor. No fim deste ano, acontecerá a escolha do nosso próximo reitor e o Movimento Estudantil precisa estar preparado desde agora para intervir com firmeza e dizer que não aceitaremos mais essa estrutura antidemocrática na USP. A partir do primeiro CCA do ano, o DCE, em articulação com ADUSP, APG e SINTUSP, tem formulado iniciativas sobre o tema, com a possibilidade de realização de um seminário unificado entre as três categorias (professores, funcionários e estudantes) para debater um programa político e a possibilidade de uma candidatura do movimento social por diretas na USP. Para isso, faremos um ponto no CCA para discutir nossa intervenção.

3. Encontro de Centros Acadêmicos da USP

O EnCA é uma atividade organizada anualmente pelo DCE-Livre da USP em conjunto com os CAs e é aberto à participação de tod@s estudantes. É um importante espaço do movimento estudantil onde os Centros Acadêmicos se reúnem por um fim de semana para debater a conjuntura da universidade, para trocar experiências dos diversos campi e unidades e, principalmente, para armar o ME a fim de fazermos nossas lutas de maneira unitária.

Iremos discutir no próximo CCA a data para o ENCA 2013 e começarmos a nos organizar para este importante espaço.

4. Financiamento do DCE-Livre da USP

A questão do financiamento das entidades estudantis é muito importante para que estas consigam representar e pautar os interesses das e dos estudantes. As entidades necessitam de dinheiro para imprimir jornais e panfleto, para realizar eventos e debates e mesmo para festas e eventos de confraternização; com o DCE-Livre da USP não é diferente.
Desde de 2007 o espaço de vivência do DCE foi fechado pela reitoria, praticamente inviabilizando todas as nossas formas de autofinanciamento (aluguel de parte do espaço para lojinhas, realização de festas, venda de produtos e cerveja etc). Além disso, o DCE-Livre da USP sofreu com processos da justiça trabalhista (decorrência da má administração de gestões do início dos anos 2000) e multas como a da CET por realizar atos de rua.

Na tentativa de continuar sanando as dívidas do DCE enquanto não temos uma fonte de financiamento e como forma de manter sua independência e autonomia frente a reitorias, governos e demais organizações, a gestão “Não vou me adaptar!” propõe retomar a política de cotização dos CAs. É muito importante que todas e todos os estudantes auxiliem na construção e no financiamento do DCE, em especial os CAs.

Acreditamos na importância dos CAs contribuírem com uma quantia mínima de R$ 50,00. Só assim é possível mantermos a entidade que representa todas e todos os estudantes da USP ativa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *