Lutar por democracia não é crime: ato em repúdio à denúncia do MP!

17 de março de 2013, 22:49

Compartilhe:

Como deliberação da assembleia geral dos estudantes e do Conselho de Centros Acadêmicos da USP, será realizado na próxima quarta-feira, 20/03, um ato em frente ao Tribunal de Justiça de São Paulo, na Praça da Sé, em repúdio à denúncia do Ministério Público do estado de São Paulo a 72 estudantes da USP por formação de quadrilha.

No início de fevereiro, a notícia sobre a denúncia da promotora Eliana Passarelli ganhou as manchetes de todo país, com destaque para as declarações em que definia os estudantes como “bandidos” e “criminosos”. Diante desse absurdo, o DCE da USP organizou um abaixo-assinado que, em pouco tempo, reuniu mais de 6000 assinaturas. E, desde a volta das aulas, os estudantes têm expressado fortemente a indignação diante do caso e a disposição de luta para exigir que a justiça não receba a denúncia do MPE!

Somente com a mobilização conseguiremos barrar esse absurdo e demonstrar que lutar por democracia não é crime! Por isso, quarta-feira, 20/03, vamos todos ao ato! Às 14h, será feita uma concentração dos estudantes no vão da história/geografia, com saída prevista para às 14h30. Às 15h30, em frente ao Tribunal de Justiça, começará o ato, que será conduzido pelo DCE em conjunto com uma comissão de Centros Acadêmicos e terá falas abertas aos presentes. O TJ-SP deve receber os estudantes e se comprometer a não receber a denúncia de Eliana Passarelli! Lutar por democracia não é crime!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *