Reitoria responde abaixo assinado sobre redução das linhas de ônibus

12 de fevereiro de 2013, 12:38

Compartilhe:

Depois de mais de um mês de espera, a reitoria da USP respondeu ao ofício encaminhado pelo DCE-Livre da USP  no fim de 2012, o qual questionava a redução de algumas linhas de ônibus que passavam dentro da Cidade Universitária (campus Butantã). No ofício de resposta, a Prefeitura do Campus diz não ser de responsabilidade da universidade a circulação de ônibus municipais dentro do campus, mas sim da SPTrans.

Entretanto, garantir um campus público e acessível a todos é uma responsabilidade da Universidade e de sua administração. Somente assim, estudantes, funcionári@s e professoras/es podem exercer suas atividades, bem como a população usufruir deste espaço público. Enquanto instituição, a USP deve questionar e fazer gestão junto aos demais órgãos públicos para garantir o funcionamento e o acesso democráticos à USP e seus campi.

Como havíamos publicado anteriormente, a SPTrans respondeu ao nosso questionamento, alegando que a mudança das linhas visa reduzir sobreposições e tornar o sistema mais eficiente. No entanto, é evidente que a redução dessas linhas municipais têm dificultado o acesso ao campus e limitado ainda mais a capacidade de atender as necessidades dos usuários do transporte público da cidade de São Paulo e seu entorno. Os estudantes, cotidianamente, têm sentido isso na pele.

Nós, da gestão Não Vou Me Adaptar do DCE-Livre da USP, exigimos que a SPTrans e a Secretaria de Transporte da Cidade de São Paulo ouçam os mais de 5 mil assinantes da petição pela volta das linhas 177P e 107T e que estes órgãos se preocupem em atender às reais necessidades dos usuários de transporte público. Para tal, encaminharemos um ofício reivindicando uma reunião de urgência com a SPTrans, visando resolver a situação.

Veja aqui o ofício da reitoria (Página 1, 2, 3 e 4)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *