USP pretende restringir o acesso ao Hospital Universitário!

21 de setembro de 2011, 10:37

Compartilhe:

A Reitoria da Universidade, mais uma vez sem qualquer tipo de diálogo com a comunidade universitária, baixou no dia 9 de Agosto de 2011 no Diário Oficial a resolução que cria o “Sistema Assistencial de Saúde Próprio da USP (SASP)”.  Ao contrário do que foi publicizado no USP Destaques no dia 2 de setembro, este projeto é uma ameaça a equidade do atendimento no SUS ao propor para servidores, docentes e seus dependentes planos diferenciados de atendimento,. mediante adesão monetária.

Os planos especial e nacional se diferenciarão pela promessa de apartamentos individuais e maior segurança de acesso a exames e procedimentos, e alocarão os usuários do plano básico (sistema atual do SUS) nas enfermarias e ainda “não haverá mudanças no serviço atual”, o que não dialoga com a realidade do HU de hoje: superlotação e demora do atendimento.  Além disso, o SASP não prevê qualquer medida para garantia da prática de ensino em saúde, do qual o HU atualmente é modelo.

Os argumentos para as mudanças são os mesmos apresentados para o Hospital das Clínicas (HC sob ameaça, publicado no Estadão): de que os planos injetarão dinheiro dentro dos hospitais e cobrirão os gastos do sistema básico, o que é inacreditável observando-se a precarização do atendimento, a manutenção das filas para os não-conveniados, e o acesso do melhor complexo de atendimento a saúde somente pelos que passaram pelo crivo financeiro dos planos de saúde, fundamental para a manutenção de Organizações de Saúde como a Fundação Zerbini, acusadas de corrupção em junho deste ano.

Em defesa do ensino e saúde gratuitos e de qualidade, o DCE-Livre da USP e o CCA convoca tod@s @s estudantes para defender a Saúde como um direito!

Participe da primeira reunião que discutirá o tema! Dia 03/10 – Faculdade de Saúde Pública, próximo ao metrô Clínicas – 18h

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *