Nota do DCE-Livre da USP em apoio à ocupação da Funarte-SP

29 de julho de 2011, 21:35

Compartilhe:

Desde a última segunda-feira, 25 de julho de 2011, a sede da Funarte (Fundação Nacional de Artes) em São Paulo segue ocupada por trabalhadoras e trabalhadores da cultura. Um dos principais motivadores da mobilização foi o corte de 2/3 da verba anual do orçamento da União para Cultura em 2011, ano de uma tão proclamada prosperidade econômica. A verba passou dos já ínfimos 0,2% (2,2 bilhões de reais) para 0,06% (800 milhões). Entre as principais reivindicações do Movimento estão o aumento da verba mínima destinada à Cultura para 2% através da PEC 150; aprovação da PEC 236 que prevê a cultura como direito social; representatividade do Movimento nas decisões e deliberações sobre cultura; fim das políticas de privatização da Cultura.
O DCE-Livre da USP vem por meio desta nota mostrar seu apoio ao Movimento de Trabalhadores da Cultura (MTC) e à ocupação da Funarte por entendermos que a arte pública, feita para o povo e pelo povo, deve ser prioridade do governo federal e, portanto, financiada com dinheiro público e não entregue às empresas por meio das isenções fiscais, como é feito pela Lei Rouanet. Também acreditamos ser importante a luta que o Movimento vem fazendo contra a repressão que as trabalhadoras e os trabalhadores de cultura vêm sofrendo sistematicamente contra seu trabalho e expressão. A luta contra a privatização do que deve ser público não é somente dessas e dessas artistas, mas é também nossa.
Dinheiro público para arte pública!
Para conhecer melhor o Movimento, acesse o site! www.culturaja.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *