Os direitos LGBT não estão a venda!

30 de maio de 2011, 01:52

Compartilhe:

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) da USP está absolutamente indignado e manifesta seu profundo repúdio ao veto da presidente Dilma ao kit anti-homofobia, produzido pelo MEC e que seria distribuído às escolas públicas. A proposta do kit era levar para a sala de aula o debate da homofobia nos ambientes escolares, onde a discriminação e o bullying contra pessoas de orientação (e não opção!) LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) leva muitos jovens à depressão e tentativas de suicídio.
O kit foi vetado após a bancada evangélica, a mesma que não quer criminalizar crimes de ódio, como a homofobia, ter ameaçado o governo de apoiar a abertura de uma CPI para investigar os ganhos duvidosos do ministro Palocci. Oras, quer dizer que agora os direitos da população LGBT viraram moeda de troca na mão dos poucos para proteger atos escusos? Além de poder deixar um alto cargo do governo impune, quantas vidas custarão esse veto, no país que mais mata LGBTs no mundo?
O veto foi um dos maiores retrocessos do atual governo no campo dos direitos humanos. E não foi um golpe apenas contra os LGBT, mas contra o Estado laico e a toda a sociedade democrática, ameaçada agora por uma bancada religiosa fundamentalista que, se tem poder para impedir qualquer visibilidade LGBT, pode ter poder para impor outros dogmas a toda uma sociedade. Diferente do que a presidente Dilma quer fazer crer, não reivindicamos um “costume” – afinal, ninguém é acostumado a ser gay –, mas um direito! E os direitos de qualquer setor da população, sejam negros, mulheres, LGBTs, não estão à venda!

 

2 Responses to Os direitos LGBT não estão a venda!

  1. Lena disse:

    Parabéns pelo apoio ao kit Escola sem homofobia! Viva o Estado laico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *